Menu fechado

Tudo o que você precisa saber sobre Energia Solar

Como funciona a energia solar? Tipos e soluções.

como funciona o sistema de energia solar

A energia solar é tem se popularizado cada vez mais no mundo todo, principalmente devido à necessidade de se desenvolver formas renováveis e limpas de produção de energia.

Mas fica a pergunta;

Como fazer para aquele calorão de verão ser capaz de ligar minha televisão ou gelar meu refrigerante?

Para que a energia solar possa ser utilizada em casa, ela precisa ser “transformada” em energia elétrica, e esse processo pode ocorrer de três formas diferentes, dependendo do tipo de produção de energia solar que estivermos falando.

São elas;

·        Energia térmica

·        Energia heliotérmica

·        Energia fotovoltaica

1.     Energia térmica

O que é

A energia térmica também é conhecida como aquecimento solar, ela é utilizada apenas para o aquecimento da água.

Como funciona

Nesse tipo de energia solar, as placas solares que podem ser de cobre ou alumínio fazem a captação da radiação solar. O objetivo é absorver o máximo de calor para a água da casa.

Então os painéis solares captam o calor do sol, que por sua vez aquece a água que circula entre a caixa de água, o boiler (reservatório térmico) e as placas.

Essa circulação pode ocorrer de forma natural, chamada de termo sifão, como a água quente é mais leve do que a água fria, existe uma separação natural da água dentro do reservatório térmico.

Assim quando abre o registro de água quente, é disponibilizado da parte mais alta do reservatório térmico a água quente.

Esse sistema precisa seguir regras de diferenciação de alturas entre a caixa de água, o reservatório térmico e as placas de aquecimento solar para funcionar.

Caso contrário pode-se instalar uma bomba de circulação para funcionamento do sistema.

Para que serve

A energia térmica mais chamada de sistema de aquecimento solar pode ser instalada em casas, empresas e até indústrias.

Esse sistema resolve o problema de quem precisa de água quente, seja para o banho, pia da cozinha, limpeza dentre outras aplicações.

Por questões de preço e eficiência esse sistema se tornou tão popular que foi aderido pelo programa do governo Minha Casa Minha Vida.

Dessa forma se tornou acessível até mesmo para a população de baixa renda que se beneficia desse programa.

2.     Energia heliotérmica

O que é

A energia heliotérmica necessita de um pouco mais de tecnologia para ser produzida, e por isso é mais utilizada na indústria.

Como funciona

Nesse tipo de energia solar, espelhos direcionam a energia para um tubo ou uma torre que é aquecida entre 350°C e 1.000°C. Depois, essa energia é utilizada para girar turbinas, como o que ocorre em usinas hidrelétricas ou termelétricas, gerando a energia que será utilizada na indústria.

Para que serve

A energia heliotérmica é mais frequente em indústrias, pois geralmente esses setores necessitam de maior geração de eletricidade devido a sua atividade produtiva e para isso precisam de maior concentração de calor.

3.     Energia fotovoltaica

O que é

A energia fotovoltaica é a forma de energia solar mais conhecida, contando inclusive com intermediação de crédito para aqueles que queiram captar e utilizar energia solar em casa.

Ela pode ser produzida em qualquer dia, mesmo com o tempo nublado. O que varia é a quantidade de energia produzida, sendo que quanto maior for a radiação solar maior será a produção de energia.

Como funciona

O funcionamento da energia fotovoltaica se dá por meio de painéis fotovoltaicos (também chamados de células fotovoltaicas) que são interligados e que reagem a luz solar, sendo geralmente instalados em telhados e conectados à um Inversor Solar.

A energia é produzida pela agitação dos elétrons que existem nos painéis, e posteriormente é convertida em energia elétrica pelo inversor solar.

Feito isso, a energia vai para o quadro de distribuição (quadro de disjuntores) e é distribuída para a casa toda.

Apesar de ser considerada uma tecnologia nova, o efeito fotovoltaico foi descoberto pelo físico francês Alexandre Edmond em 1893.

Para que serve

Como dito acima, a energia fotovoltaica é a forma mais utilizada no mundo inteiro. E essa popularidade se dá devido a sua utilização em qualquer ambiente da casa, servindo para abastecer qualquer aparelho eletrônico, eletrodoméstico, lâmpadas, chuveiro, enfim, todos os equipamentos ligados à energia da rede elétrica.

O interessante é que a energia fotovoltaica pode ser acumulada, e dessa forma poderá iluminar a casa à noite, ou na ocorrência de um eventual apagão.

Em resumo esse sistema transforma a energia solar em energia elétrica para uso diretamente na rede elétrica..

Maior economia

Investir em uma fonte de energia limpa e renovável é bom para todos, pois traz maior equilíbrio ao meio ambiente, preservando-o no presente e para o futuro.

Mas não podemos deixar de lado os aspectos financeiros que são um dos grandes atrativos do sistema fotovoltaico.

Lembra daquele excesso de energia que eu falei a pouco que pode ser acumulado?

O excesso que seu sistema de energia fotovoltaico produziu, volta para a rede da distribuidora de energia de sua região, passando por um relógio bidirecional gerando um crédito de energia que pode ser utilizado durante a noite ou em outros meses.

Por esse motivo cada sistema de energia solar fotovoltaico é chamado também de usina de produção de energia.

Créditos de energia

Os créditos de energia são medidos em KWh (quilowatts/hora). Quando seu sistema de energia fotovoltaico gerar energia em excesso, a cada kwh que voltar para o sistema da distribuidora você ganhará 1 KWh de crédito na sua rede elétrica, e esse crédito vai servir para abater KWh’s do seu consumo mensal, ou seja, você vai reduzir sua conta de luz.

Resumindo, você passa a fornecer energia para o sistema energético, contribuindo para a diversificação da matriz energética do país e ainda se beneficiando do próprio investimento.

É importante destacar que a ANEEL é responsável pela regulamentação dos créditos de energia solar, e tem regras específicas que podem variar conforme sua localização e perfil de consumo.

Isenção fiscal para quem usa energia solar

·        PIS e COFIN

Desde 2015, o Conselho Nacional de Política Fazendária – Ministério da Fazenda) deixou de exigir tributação sobre a energia que é injetada na rede de distribuição, ficando a cargo dos estados decidirem sobre o imposto.

Atualmente (2018), apenas os estados de Santa Catarina, Paraná, e Amazonas ainda não isentaram o ICMS da energia solar fotovoltaica.

Em todos os outros estados não existe mais cobrança de ICMS sobre a geração de energia solar fotovoltaica.

Flexibilidade do sistema

Outro fator que é um grande diferencial da energia solar fotovoltaica, é que se na sua casa ou condomínio há pouca incidência de sol, você poderá instalar um sistema de energia fotovoltaica em outro terreno de sua propriedade, e utilizar a quantidade de energia gerada para abater do consumo de sua casa.

Isso permite que o morador de um apartamento, por exemplo, instale um kit de energia solar fotovoltaica em um terreno em outra localidade, e se beneficie indiretamente da energia produzida.

Essa possibilidade é denominada “Autoconsumo Remoto”, e pode ser utilizada desde que os imóveis estejam dentro da área de uma mesma empresa distribuidora de energia.

Compartilhe em suas redes sociais:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

MATRIZ: Rua Custodio de Melo, 54
Liberdade – Belo Horizonte – MG
(31) 99522-1214

FILIAL: Av Pres Tancredo Neves, 420
Centro – Cláudio  –  MG
(37) 99963-6294